• Bem-vindos ao GEMPAZ!

    O espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os espíritos; como filosofia, compreende todas as consequências morais que dimanam dessas mesmas relações.(Preâmbulo)

  • O Livro dos Espíritos - Prolegômenos

    ...Fenômenos alheios às leis da ciência humana se dão por toda parte, revelando na causa que os produz a ação de uma vontade livre e inteligente. A razão diz que um efeito inteligente há de ter como causa uma força inteligente e os fatos hão provado que essa força é capaz de entrar em comunicação com os homens por meio de sinais materiais. Interrogada acerca da sua natureza, essa força declarou pertencer ao mundo dos seres espirituais que se despojaram do invólucro corporal do homem. Assim é que foi revelada a Doutrina dos Espíritos...

  • Bem-vindo ao GEMPAZ

    "A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido". Francisco Cândido Xavier

  • Bem-vindo ao Gempaz

    "Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter. O Espírito encarnado sofre constantes transformações por fora, a fim de acrisolar-se e engrandecer-se por dentro." Francisco Cândido Xavier

  • Para reflexão

    Antes de observar os possíveis erros ou defeitos do outro, vale mais procurar-lhe as qualidades e dotes superiores para estimulá-los ao desenvolvimento justo. "Do livro Sinal Verde - André Luiz."

  • Bem-vindo ao Gempaz

    É sempre possível achar a porta do entendimento mútuo, quando nos dispomos a ceder, de nós mesmos, em pequeninas demonstrações de renúncia a pontos de vista. "Do livro Sinal Verde - André Luiz."

  • Evangelho no Lar - Ante a Oração

    Acatemos na oração a presença da luz que nos descortina a estrada para a Vida Superior, sem nos prevalecemos dela, a fim de queixar-nos de outrem ou espancar verbalmente seja a quem seja, quando a nossa comunhão com Deus e com a Espiritualidade Superior não seja possível em lugar à parte, no silêncio do coração,conforme a recomendação de Jesus.

  • Bem-vindo ao GEMPAZ

    “Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.” Todo efeito tem uma causa; todo efeito inteligente tem uma causa inteligente; a potência de uma causa está na razão da grandeza do efeito.” Allan Kardec Allan Kardec

  • Bem-vindo ao GEMPAZ

    "Antes de observar os possíveis erros ou defeitos do outro, vale mais procurar-lhe as qualidades e dotes superiores para estimulá-los ao desenvolvimento justo". Do livro Sinal Verde - pelo Espírito André Luiz

  • Bem-vindo ao GEMPAZ

    “Reconhece-se o verdadeiro espírita por sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar as más inclinações” Allan Kardec

  • Reflitamos...

    Se você tem qualquer mágoa remanescendo da véspera, comece o dia, à maneira do Sol: esquecendo a sombra e brilhando de novo. "Do livro Sinal Verde - André Luiz."

  • Departamento Infância e Juventude

    "Ide, pois, e levai a palavra Divina(...). Arme-se a vossa falange de decisão e coragem! Mãos à obra! O arado está pronto; a terra espera; arai! (Erasto, Evangelho Segundo Espiritismo - cap XX-4)

Dúvidas?

Doutrina religiosa, sem dogmas propriamente ditos, sem liturgia, sem símbolos, sem sacerdócio organizado, ao contrário de quase todas as demais religiões, não adota em suas reuniões e em suas práticas...  Leia mais...

Horários

Reuniões públicas, grupos de estudo da Doutrina Espírita, atendimento fraterno, passes, evangelização de crianças e jovens, livraria, biblioteca, GAD - Grupo de Apoio a Dependentes...horários e atividades do Gempaz.... Leia mais...

Localização

 GEMPAZ - Grupo Espírita Mensageiros da Paz

Endereço: Rua Clotário Portugal, 871

Apucarana Pr

 

Veja no mapa como chegar...

PESSIMISMO E JESUS Destaque

Avalie este item
(1 Votar)
Publicado em: Mensagens

PESSIMISMO E JESUS

Dores multifárias1 assomam vigorosas e crês ser impossível suportar as tenazes agonias que agora parecem dominar todos os paineis da tua mente, avassalando órgãos e músculos do veículo físico.
Relacionas dificuldades e provações com os olhos nublados, enquanto observas os que passam exibindo saúde, guindados ao poder, brilhando entre amigos sorridentes, amparados pela cornucópia2 da fortuna. Estes, consideras, triunfam cada dia nos empreendimentos comerciais; aqueles conquistam títulos invejáveis; esses são requisitados para empreendimentos de realce social; uns estão disputando primazia no jôgo das posições políticas; outros armazenam bens da usura; alguns estão distraídos e felizes, acumulando vitórias sôbre vitórias; diversos passeavam ontem contigo amarrados a problemas, agora, no entanto, distantes, conseguiram os alvos que não lobrigaste3.


Quase todos são homens sem fé, que frequentam as diversas Igrejas, desfilando vaidades e alardeando louros ao invés de procurarem o silêncio para a prece e a solidão para falar com o Senhor...
Todos felizes, menos tu.
Mergulhado nas tristes reflexões deprimentes arrolas a convicção cristã que arde na alma e os testemunhos da vivência evangélica, sem que te cheguem as dádivas dos Céus...
Reconsidera, porém, as observações de pessimismo e confia em Deus entregando-te totalmente a Ele, enquanto fazes a tua parte, o que deves, empenhado no culto elevado do dever. O pessimismo é lente que deforma a realidade.
Desconheces os problemas alheios, por estares empenhado na coleta das próprias aflições.
Todos os que se encontram na Terra estão em conserto, em ressarcimento, sendo que alguns, enquanto resgatam, aumentam, impudentes, os débitos trazidos, mediante compromissos novos.
Agradece a Deus a fé que luze no teu imo e a oportunidade de fazer o que possas e como possas com os que padecem mais do que tu mesmo.
Dentre os que estão sorrindo e triunfando, muitos sabem que se encontram moralmente falidos (e estão tentando fugir); outros protelam o inevitável encontro com a severa consciência; inumeráveis situam-se à borda da loucura e não sabem; estes buscam o nada e, frustrados, se atormentam tentando fingir ante a desilusão; aqueles apresentam-se lutando, desesperados, antes de caírem em terrível infortúnio que já pressentem; esses, esforçando-se por negar a vida, imergem nas alucinações psicopatas, não mais se suportando a si mesmos.
Se soubesses o que se passa além das fronteiras do teu "eu", serias mais benigno ao examinar o teu próximo e desculparias mais.
Sofredores não são apenas os que já estão chorando. Há infelizes que perderam a faculdade de verter pranto e adicionam essa às outras aflições que os constringem...
Os "filhos do Calvário", da expressão evangélica, não são somente os desendinheirados, os coxos, os pustulentos do corpo. Não conheces os abismos dos espíritos que sofrem na opulência enganosa da vida física.
Corrige a angulação do "ponto-de-vista", dilata o amor e aprende com Jesus os exercícios da caridade discreta da compaixão em relação aos outros e da paciência ante os próprios sofrimentos, servindo e servindo, sem esperar resultados imediatos. transferindo para a Imortalidade o que ora não consegues...
* * *
À multidão esfaimada Jesus ofereceu pães e peixes que se multiplicavam em abundància; à samaritana, além da água do poço, ofertou-lhe a "água vita" do Evangelho do Reino; a Maria e a Marta devolveu Lázaro arrancado da sepultura em que se encontrava; a Nicodemos, concedeu o conhecimento das vidas sucessivas; a Simão ensejou a honra de pernoitar no Lar... dilatando para todos, indistintamente, a visão espiritual quanto às responsabilidades de cada um ante a consciência universal, ensejando a compreensão do Reino dos Céus e a oportunidade de um dia fruir-lhe as alegrias. E nunca discrepou das atitudes de amor para arrolar queixas ou quaisquer lamentações, vitalizando as forças infelizes do pessimismo.
*
"Então, o Senhor, tocado de compaixão, o mandou embora e lhe perdoou a dívida". Mateus: capítulo 18º, versículo 27.
*
"Amar, no sentido profundo do termo, é o homem ser leal, probo, consciencioso, para fazer aos outros o que queira que estes lhe façam; é procurar em torno de si o sentido íntimo de todas as dores que acabrunham seus irmãos, para suavizá-las; é considerar como sua a grande família humana, porque essa família todos a encontrareis dentro de certo período, em mundos mais adiantados, e os Espíritos que a compõem são, como vós, filhos de Deus, destinados a se elevarem ao infinito". Capítulo 11º — Item 10, parágrafo 2.

Fonte: Livro "Florações Evangélicas" - pelo Espírito Joanna de Ângelis - psicografia Divaldo Pereira Franco

Glossário:
1-multifária: adj. Que se diz ou se exprime de muitos modos. Que pode ser de várias espécies ou que se apresenta sob diversos aspectos; variado, multimodo, multiforme.
2-cornucópia: s.f. Corno da abundância, símbolo da produtividade da natureza. Na mitologia grega...
3-lobrigar: v.t. Ver com dificuldade; entrever; enxergar. Ver casualmente.

-----------------------------------------------------

Meditação:

-"A ciência do invisível há de sempre ultrapassar os métodos humanos." Léon Denis - No invisível.
-"Tudo quanto na Natureza e na Humanidade canta e celebra o amor, a beleza, a perfeição, tudo que vive e respira é mensagem de Deus." Léon Denis - O Grande Enigma
-"Um Einsten não se faz apenas pelo aprendizado infantil de uma vida; muitas vidas anteriores contribuíram para suas habilidades. O inventor Thomas Edison intuiu corretamente a situação ao afirmar: 'O gênio é experiência. Alguns parecem pensar que é um dom ou talento, mas é o fruto de longa experiência em muitas vidas. Algumas pessoas são almas mais antigas do que outras, e por isso sabem mais.'". Amit Goswami - A Física da Alma

*"Nascer, Viver, Morrer, Renascer,ainda, progredir sempre, tal é a lei..." (Allan Kardec, o Codificador da Doutrina Espírita).
*"No dicionário divino não existe o termo 'privilégio'".
*"Tenha certeza: nada te acontece que não seja o melhor para ti, naquele momento. Isso porque Deus nunca se engana."

-----------------------------------------------------

Continuação...Leitura Do Livro Dos Espíritos - Allan Kardec:

Parte II - DA INTERVENÇÃO DOS ESPÍRITOS NO MUNDO CORPORAL - CAPÍTULO IX
Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos

464. Como distinguirmos se um pensamento sugerido procede de um bom Espírito ou de um Espírito mau?
"Estudai o caso. Os bons Espíritos só para o bem aconselham. Compete-vos discernir."
465. Com que fim os Espíritos imperfeitos nos induzem ao mal?
"Para que sofrais como eles sofrem."
a) - E isso lhes diminui os sofrimentos?
"Não; mas fazem-no por inveja, por não poderem suportar que haja seres felizes."
b) - De que natureza é o sofrimento que procuram infligir aos outros?
"Os que resultam de ser de ordem inferior a criatura e de estar afastada de Deus."
466. Por que permite Deus que Espíritos nos excitem ao mal?
"Os Espíritos imperfeitos são instrumentos próprios a por em prova a fé e a constância dos homens na prática do bem. Como Espírito que és, tens que progredir na ciência do infinito. Daí o passares pelas provas do mal, para chegares ao bem. A nossa missão consiste em te colocarmos no bom caminho. Desde que sobre ti atuam influências más, é que as atrais, desejando o mal; porquanto os Espíritos inferiores correm a te auxiliar no mal, logo que desejes praticá-lo. Só quando queiras o mal, podem eles ajudar-te para a prática do mal. Se fores propenso ao assassínio, terás em torno de ti uma nuvem de Espíritos a te alimentarem no íntimo esse pendor. Mas outros também te cercarão, esforçando-se por te influenciarem para o bem, o que restabelece o equilíbrio da balança e te deixa senhor dos teus atos."
É assim que Deus confia à nossa consciência a escolha do caminho que devamos seguir e a liberdade de ceder a uma ou outra das influências contrárias que se exercem sobre nós.
467. Pode o homem eximir-se da influência dos Espíritos que procuram arrastá-lo ao mal?
"Pode, visto que tais Espíritos só se apegam aos que, pelos seus desejos, os chamam, ou aos que, pelos seus pensamentos, os atraem."
468. Renunciam às suas tentativas os Espíritos cuja influência a vontade do homem repele?
"Que querias que fizessem? Quando nada conseguem, abandonam o campo. Entretanto, ficam à espreita de um momento propício, como o gato que tocaia o rato."
469. Por que meio podemos neutralizar a influência dos maus Espíritos?

......Continua.....

Ler 981 vezes
Mais nesta categoria: « PROTEÇÃO DE DEUS

Gempaz

Conecte-se:

GAD - Grupo de Acolhimento, Amparo e Autodesenvolvimento

Conecte-se:

GEMPAZ